Reunião em Paracatu esclarece população sobre proposta de criação de Parque Estadual na cidade

Imprimir

O Instituto Estadual de Florestas (IEF) realiza na próxima quinta-feira (11), em Paracatu, região noroeste do Estado, uma reunião de esclarecimento à comunidade local sobre a proposta de criação do Parque Estadual de Paracatu. A reunião acontece às 16 horas, na Praça JK, número 449.

Na reunião, os representantes das comunidades, instituições públicas e privadas de todo o Estado poderão conhecer o projeto e esclarecer suas dúvidas sobre o Parque. A criação da unidade de conservação é uma das condicionantes estabelecidas pelo Conselho Estadual de Política Ambiental no licenciamento ambiental do projeto de expansão da Mina Morro do Ouro da empresa Rio Paracatu Mineração S/A.

Os documentos técnicos que subsidiam a criação da unidade de conservação estão disponíveis para consulta pública na página do IEF na internet (www.ief.mg.gov.br/areas-protegidas/consulta-publica). As informações também se encontram à disposição dos interessados na sede do IEF, na rodovia Prefeito Américo Gianetti, s/n, Edifício Minas, 1º andar, bairro Serra Verde, em Belo Horizonte, e na Prefeitura de Paracatu.

A área proposta para se transformar em Parque Estadual é de 6.539 hectares. Sendo criado, o Parque Estadual de Paracatu incluirá a Área de Proteção Especial (APE) Santa Isabel e Espalha que atualmente protege os recursos hídricos na região.

O cerrado é a principal formação vegetal da área representado por seus vários tipos, desde campos a cerradões. Estudos realizados indicaram a presença de mais de 40 famílias de aves, dentre elas algumas ameaçadas de extinção em Minas Gerais como a ema e a arara-canindé. Também foram observados no local mamíferos como gambá-orelha-branca, mão-pelada, anta, capivara, lobo-guará e tamanduá-mirim.

 

Fonte: Ascom/ Sisema

Acesse para mais notícias do Governo de Minas Gerais: Agência Minas e Blog.
Acesse a Galeria de Fotos do Governo de Minas Gerais.
Acompanhe também no www.youtube.com/governodeminasgerais.